Página inicial
 
Mural de recados
20.08 | Jose Helio Pessoa
Bom dia centralinos, surge uma esperança na história do nosso querido Central de ...
19.08 | Gustavo
O Atletico do Acre conseguio o acesso pra serie C com uma folha salarial de 60 m ...
19.08 | Antonio do Salgado
Com certeza ja deram um ninha em Airton Junior, e sobre a outra chapa kd o Alexa ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
23/09/2016
10h37 | esportes - SANTA CRUZ
Time que mais jogou em 2016, Santa Cruz sente efeitos do desgaste físico
SANTA CRUZ

DO GLOBOESPORTE.COM/PE 

Neste domingo, quando enfrentar o Figueirense, em Florianópolis, o Santa Cruz estará na parte final de uma maratona pesada de viagem. Ao fim de um intervalo de nove dias, o elenco terá sido submetido a mais de 15 mil quilômetros de distância - somente de avião, sem contar os trechos de ônibus. Primeiro, enfrentou o Santos, em São Paulo. Depois, partiu para Medellín, onde jogou contra o Independiente Medellín-COL, na última quarta-feira. A capital de Santa Catarina é a última parada antes do retorno ao Recife. O desgaste dos jogadores se une a algo peculiar: o Santa Cruz foi o time que mais entrou em campo em 2016.

Das equipes das Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro, o Santa Cruz foi a que mais jogou durante toda a temporada. E isso sem contar os amistosos feitos no início do ano - a conta leva em consideração só de confrontos oficiais. Ao todo, os corais jogaram 61 vezes. O segundo colocado neste ranking é o São Paulo, que fez 57.

- Não estar desgastado é impossível. Claro que tivemos a melhor logística para ir até a Colômbia. Mas a gente quer participar das duas competições, queremos ir bem nas duas e não tem como evitar o desgaste. Mas estamos conseguindo nos recuperar bem. Eu mesmo me senti bem contra o Independiente - ponderou o zagueiro Danny Morais.

O alto número de partidas do Santa Cruz se deve ao fato da equipe ter chegado nas finais do Campeonato Pernambucano e da Copa do Nordeste. Além disso, foi até a terceira fase da Copa do Brasil e está na disputa da Copa Sul-Americana.

- Os jogadores que ficaram mais desgastados não poderiam ficar na Colômbia. A Sul-Americana foi uma coisa que nós conquistamos e queremos chegar longe. Mas correr contra o cansaço não é privilégio nosso. Mas também de Chapecoense, Flamengo, outros times. E não podemos reclamar. Temos de agradecer por estarmos disputando competições como essa (a Sul-Americana).

Distâncias percorridas pelo Santa Cruz (viagens de avião, desconsiderando trechos de ônibus):
 
Recife / São Paulo - 2.130,29 km
São Paulo / Panamá - 5.147,17 km
Panamá / Colômbia - 841,12 km
Colômbia/ São Paulo - 4.332,37 km 
São Paulo / Florianópolis - 489,16 km
Florianópolis / Recife - 2.605,23 km

 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker