Página inicial
 
Mural de recados
24.06 | Kaio SGD
Olha nos desfalque só o que poder atrapalhar é o desfalque de Agenor o resto pod ...
23.06 | Antonio
Olha a quantidade de possíveis desfalques que o Central pode ter no jogo, é muit ...
23.06 | Danilo
http://sportv.globo.com/site/programas/ta-na-area/noticia/2017/06/empresario-ilu ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
25/07/2016
22h12 | esportes - SANTA CRUZ
Santa Cruz só conseguiu virar o placar duas vezes neste ano
SANTA CRUZ
Uma das principais queixas da torcida do Santa Cruz na derrota de 1 a 0 para o Coritiba, no último sábado, foi a falta de poder de reação da equipe coral. Após o gol de Kleber, aos 32 minutos do primeiro tempo, o Santa teve uma única chance de gol durante todo o jogo - foi aos 22 minutos do segundo tempo, com Keno. Aliás, reação para virar o placar é uma coisa que o Tricolor pouco fez neste ano. Em 20 partidas que saiu perdendo (de um total de 48 na temporada), só conseguiu virar um placar desfavorável duas vezes.
 
A primeira delas foi na vitória de 2 a 1 sobre o Ceará, pelas quartas de final da Copa do Nordeste, no Arruda. A segunda foi contra o Náutico na Arena de Pernambuco, pelas semifinais do Estadual - o placar foi o mesmo. De lá para cá, o Santa não conseguiu mais virar uma partida. Já buscar a reação por um empate, a última vez foi contra o Campinense-PB, quando saiu atrás e empatou em 1 a 1 com um gol de Arthur - o jogo garantiu o título do Nordestão.
 
- É complicado. Eu não sei dizer o motivo. Talvez seja o lado emocional da equipe também. Na hora de confirmar o bom momento contra o Coritiba, sentimos muito o gol. Mas Milton vem conversando isso conosco - disse Grafite, que, por sinal, foi o responsável por virar o placar no jogo contra o Náutico.
 
Se não consegue ter poder de reação para virar os placares, o Santa Cruz também vem mostrando inconsistência quando joga no Arruda. De nove partidas, venceu apenas quatro e perdeu cinco.

- Jogar em casa é sempre importante porque estamos jogando ao lado do nosso torcedor. Teoricamente, teria que ser um fator primordial na nossa campanha na Série B e nas finais da Copa do Nordeste. Mas na Série A, não estamos aproveitando o fator campo. Isso vem sendo o lado negativo da nossa campanha agora. Das 16 rodadas, foram nove em casa. Perdemos cinco. Então não pode. O Arruda tem que voltar a pesar ao nosso favor - acrescentou Grafite.
 
DO GLOBOESPORTE.COM/PE 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker