Página inicial
 
Mural de recados
18.10 | MARCOS LEITE
É VERDADE PAULO RICARDO, DIRETORIA VAI ARRUMAR A KSA, ISSO NÃO PODE SER FEITO DA ...
18.10 | Paulo R
! Antônio, amigo a nova diretoria só faz 15 dias que assumiu o club e vc pergunt ...
17.10 | Antonio do Salgado
Sim entrou uma nova diretoria conversa bonita danada, reformaram a concentraçao ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
02/07/2016
23h43 | esportes - SÉRIE B 2016
SÉRIE A - Botafogo x Santa Cruz - 16h - Estádio Mário Helênio (Juiz de Fora-MG)
Oferecimento: Bar e Restaurante da Charque
Instalou-se no Arruda uma bomba-relógio que só será desativada com uma vitória. Já são quatro derrotas seguidas na Série A, sete nas últimas oito rodadas, e a relação do time com a torcida está corroída como nunca esteve sob o comando de Milton Mendes. O treinador, aliás, começa a ver a ampulheta da sua permanência no clube chegar aos últimos grãos. Para virá-la, o “líder da nau”, como o treinador se autodenomina, precisa de um bom resultado neste domingo, em Juiz de Fora, Minas Gerais, contra o Botafogo-RJ - jogo às 16h. Um tropeço e ele deve deixar o “navio”.

A diretoria do Santa garante ter confiança no técnico. Mendes, por sua vez, também já mostrou segurança na continuidade do seu trabalho. Mas, diante de uma pressão que tem se tornado maior a cada jogo, não é de se estranhar uma mudança na postura da cúpula tricolor caso a equipe amargue mais uma derrota. Segundo informações de bastidores, o próprio técnico pode desistir do projeto.

O clube tenta como pode contornar o momento de tensão. Ainda assim, não é capaz de esconder que o clima está mesmo pesado no Arruda. Nas poucas vezes que concedem entrevistas, os jogadores não têm permanecido com os nervos no lugar e deixam escapar, em palavras enérgicas, a insatisfação em relação à atual fase do time, mergulhado na zona de rebaixamento há duas rodadas. 

Nem mesmo os mais experientes são capazes de encobrir a contrariedade com a “seca” de vitórias. “Precisamos de qualidade. A base da nossa equipe é do ano passado, mas chegaram alguns jogadores que melhoraram. Porém, jogar a Série A é complicado. Começamos bem, mas está difícil. Temos que qualificar”, disse Grafite

Pelo menos por enquanto, Milton Mendes se diz abraçado à causa do Santa Cruz. “O comandante do navio é o último a abandonar o barco. Vou assumir toda a responsabilidade. Estamos em um momento complicado, é notório. Mas é importante estarmos com os pés no chão. É fundamental entendermos que somos todos seres humanos, não somos máquinas”, alega. Ao mesmo tempo, apesar das turbulências nos bastidores, não deixa de acreditar numa reviravolta a partir de hoje, diante do Botafogo. “Eu confio nos meus jogadores.”

Adversário
Imerso no Z4 e com um ponto a mais que o Santa Cruz, o Botafogo perdeu por 5 a 3 para o Atlético-MG, fora de casa, e visa à recuperação agora sobre um adversário direto na luta contra a queda. Ciente da responsabilidade de cumprir a sua obrigação como mandante, apesar da partida sem em Juiz de Fora, o atacante Sassá destacou a importância do duelo com os corais e apelou para a figura de linguagem para defini-lo. “Vale 20 pontos.”

Santa Cruz
Tiago Cardoso; Léo Moura, Danny Morais, Luan Peres e Roberto; Uillian Correia, João Paulo e Fernando Gabriel (Leandrinho); Arthur, Keno e Grafite. Técnico: Milton Mendes.

Botafogo
Sidão; Luis Ricardo, Emerson Silva, Renan e Diogo; Rodrigo Lindoso, Bruno, Fernandes e Camilo; Neilton e Ribamar. Técnico: Ricardo Gomes.

Local: Mário Helênio (Juiz de Fora-MG). Horário: 16h. Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC). Assistentes:Rodrigo Henrique Corrêa (Fifa-RJ) e Clóvis Amaral da Silva (PE).
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker