Página inicial
 
Mural de recados
27.04 | Givaldo
Esse tal de Patativa devia mudar o nome para Urubu, esse desgraçado só faz corta ...
27.04 | Patativa
Meu Deus isso foi mostrado e um gramado ou um chiqueiro ...
26.04 | MARCOS LEITE
O CENTRAL PERDEU VÁRIOS BONS JOGAGORES Q DISPUTARAM O PERNAMBUCACNO DESSE ANO, A ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
02/05/2016
08h35 | esportes - SANTA CRUZ
De reserva do time a autor do gol do título: Arthur vira herói improvável do Santa Cruz
O nome de Arthur foi um dos mais gritados pela torcida durante a festa no campo do Amigão. Reverências que há pouco tempo atrás eram inimagináveis. Com um início de temporada sem muitas chances no Santa Cruz e o convívio com uma lesão que o relegou ainda mais à reserva, o atacante só foi mudar de patamar no Tricolor com a chegada do técnico Milton Mendes. Sob novo comando, o atleta virou titular da equipe desde o primeiro jogo do treinador e não saiu mais do time, mesmo quando não estava balançando as redes. De quase um mero figurante do elenco a responsável pelo gol da conquista regional, o jogador escreve seu nome na história do clube. 

Arthur não deixa de creditar o seu momento a Milton Mendes, que passou a utilizá-lo mais como ponta, e não como homem referência do ataque como costumava atuar com Marcelo Martelotte. “Pelo fato de eu ter vindo de uma Série B (pelo Atlético-GO) e ter feito gols, joguei numa posição de centroavante. A partir da chegada do Milton, passei a jogar mais pela ponta, com mais movimentação.” 

Mudança, aliás, que se deu graças, sobretudo, ao auxiliar de Mendes, Ednélson Silva - que havia trabalhado com Arthur no Paraná Clube, em 2012, e sabia que o jogador poderia render mais aberto. ”Tinha jogado pelos lados com o Ednélson e pude me adaptar muito bem, sempre procurando dar o meu melhor”, declarou. 

Segundo o próprio jogador,Mendes tirou-lhe também qualquer tipo de insegurança. “Milton chegou, me deu confiança e falou para eu não me importar com gols. Me deixou muito leve”, declarou o atacante. Agora com três gols no ano, todos importantes (dois na primeira semifinal do Estadual, contra o Náutico, e o de ontem), o atacante celebra a sua fase e, de quebra, o título da Copa do Nordeste. 

"Acho que é um momento maravilhoso não só para mim, mas para todo mundo. É um momento muito importante para o Santa Cruz. Só tenho que agradecer a Deus a oportunidade. O Santa Cruz é assim, a gente lutou até o final, é time de guerreiros”, falou, enquanto a torcida ecoava o seu nome no estádio em Campina Grande.
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker