Página inicial
 
Mural de recados
27.04 | Givaldo
Esse tal de Patativa devia mudar o nome para Urubu, esse desgraçado só faz corta ...
27.04 | Patativa
Meu Deus isso foi mostrado e um gramado ou um chiqueiro ...
26.04 | MARCOS LEITE
O CENTRAL PERDEU VÁRIOS BONS JOGAGORES Q DISPUTARAM O PERNAMBUCACNO DESSE ANO, A ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
15/09/2015
07h30 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B: Boa Esporte/MG 1x3 Santa Cruz - Tricolor se aproxima do G-4
Eram 73 dias sem ganhar fora de casa. Apenas dois pontos somados nos seis últimos que permanecia em jejum como visitante. Nesta terça-feira, diante de um adversário em crise, o Tricolor pôs fim ao péssimo retrospecto longe do Recife na Série B. Com um meio-campo repaginado, Luisinho em noite inspirada e Bruno Moraes se mostrando um substituto à altura do ídolo Grafite, que cumpria suspensão automática, os comandados do técnico Marcelo Martelotte aplicaram 3 a 1 no modesto Boa Esporte, que acumulou a sua sexta derrota seguida na competição. 

Martelotte montou a equipe com três jogadores que a torcida queria ver jogando juntos no meio-campo. À disposição após ter cumprido pena no STJD por uso de cocaína e sem jogar uma partida oficial há 32 semanas, Raniel iniciou entre os titulares e deu mais velocidade ao sistema ofensivo. O treinador ainda resolveu abdicar da ideia que Daniel Costa e João Paulo não poderiam atuar simultaneamente no time e escalou os dois. As mudanças, diga-se, deram certo. 

Embora João Paulo estivesse com a missão de ajudar também na marcação, podia se reversar com Daniel Costa e com os pontas Raniel e Luisinho na criação. Aos 13, veio o resultado prático da nova disposição tática da Santa Cruz. Daniel Costa encontrou Luisinho na direita, que tocou na área para Bruno Moraes abrir o placar. 

Apenas com Wellington como volante de ofício, o Tricolor, porém, penava para marcar e dava espaços ao adversário. Um minuto antes do gol, o Boa já havia acertado a trave e depois chegou a ter mais três chances para empatar. Os corais poderiam ter ido ao intervalo com mais tranquilidade. Não foi por que Luisinho perdeu um pênalti que ele mesmo sofreu, aos 44 do primeiro tempo.

Noite de Luisinho e Bruno Moraes
Luisinho, contudo, se redimiu. Acabou sendoi um dos destaques ao dar mais duas assistências para gol na etapa final. A segunda foi novamente para o igualmente inspirado Bruno Moraes: 2 a 0, já aos sete. Cinco minutos depois, o meia-atacante ainda serviu Daniel Costa, que ampliou a vantagem. Felipe Alves chegou a diminuir para os mandantes, mas de nada adiantou. O amargor do gol de honra dos mineiros foi por que impediu o Santa de subir uma posição na tabela.

Ficha do jogo

Boa Esporte 1
Douglas; Wendel, Gabriel Dias, Raphael Silva e Pirão (Erick Luís); Alê (Jonatas Paulista), Leonardo, Clebson e Chapinha; Wilson Júnior (Bruno Felipe) e Felipe Alves, Técnico: Nedo Xavier. 

Santa Cruz 3
Tiago Cardoso; Vitor, Danny Morais, Neris (Diego Sacomam) e Allan Vieira; Wellington, João Paulo, Daniel Costa (Bruninho), Raniel (Diogo Campos) e Luisinho; Bruno Moraes. Técnico: Marcelo Martelotte.

Local: Estádio do Melão (Varginha-MG). Árbitro: José Cláudio Rocha Filho (SP). Assistentes: Edson Glicério dos Santis (ES) e Ciro Chaban Junqueira (DF). Gols: Bruno Moraes (13’ do 1T e 7’ do 2T, Santa) e Daniel Costa (12’ do 2T); Felipe Alves (24’ do 2T, Boa). Cartões amarelos: Luisinho (Santa Cruz); Alê e Douglas (Boa Esporte)
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker