Página inicial
 
Mural de recados
28.04 | Antonio
Esse Danilo Costa parece ser um monstro na zaga ...
28.04 | Anderson
Esse zagueiro Danilo parece ser um bom jogador para a nossa PATATIVA!!!! ...
28.04 | Gabriel
O Central precisa de um bom plano de marketing, filmar bastidores, como é a roti ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
12/09/2015
07h00 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B: Santa Cruz 2x0 Luverdense - Tricolor se reaproximou do G4
Não fosse a suspensão do titular João Paulo, Daniel Costa sequer iria jogar contra o Luverdense, neste sábado, no Arruda. Especialista em bolas paradas, foi justamente ele quem acabou sendo preponderante para a vitória do Tricolor por 2 a 0, no Arruda. Deu assistência para Alemão abrir o placar e depois fez um golaço de falta. Há dois jogos sem vencer, o time do técnico Marcelo Martelotte se reaproximou do G4 e ainda passou o rival Náutico pela primeira vez na tabela de classificacão.

O primeiro tempo da partida caminhava para o empate sem gols. Era enfadonho. O Santa se mostrava inoperante no ataque. Também deixava buracos na defesa. Por vezes, permitia até que o Luverdense encontrasse espaço para criar jogadas. O adversário, diga-se, chegou a acertar a trave de Tiago Cardoso. Alguns atletas corais ainda insistiam em errar passes. Foi o caso de Vitor. A cada toque na bola, o lateral começou a ser vaiado pela torcida, que aparentava ainda não ter digerido a derrota em casa para o Paysandu, na rodada passada.

A pressão dos torcedores por um desempenho mais convincente crescia a cada minuto. Foi quando o Tricolor encontrou o gol graças a uma bola parada. Sempre perigoso no fundamenrto, Daniel Costa achou a cabeça de Alemão: 1 a 0. As críticas chegaram a cessar. Só por um tempo. Isso por que o Santa persistiu com a improdutividade. Os aplausos recebidos pelo time na hora do intervalo serviram mais como incentivo para uma melhora do que para avaliar positivamente a atuacão dos jogadores.

O Tricolor retornou a campo num ritmo lento. E só foi novamente numa bola parada de Daniel Costa que o Santa definiu o resultado. Desta vez, aos 20 da etapa final, o meia acertou um chute da intermediária, sem chances para o goleiro Edson Kölln. Depois do segundo gol, os corais se acenderam em campo. Começaram a pressionar os visitantes. A torcida agora cresceu junto da equipe. É verdade, o Santa perdeu muita chance de ampliar a vantagem. Poderia ainda se complicado após a expulsão de Grafite, a segunda em oito jogos. Martelotte, por sua vez, fechou a equipe e segurou o placar sem muitos traumas.

 

Ficha do jogo

Santa Cruz

Tiago Cardoso; Vitor, Alemão (Danny Morais), Neris e Allan Vieira; Wellington, Renatinho (Bruninho), Daniel Costa, Diogo Campos (Moradei) e Luisinho; Grafite. Técnico: Marcelo Martelotte.

Luverdense

Edson Kölln; Raul Prata, Luiz Otávio, Everton e Paulinho; Ricardo (Da Matta), Alípio, Diego Rosa (Calyson) e Osman; Lucas Fernandes (Bruninho) e Carlos Henrique. Técnico: Júnior Rocha.

Local: Arruda (Recife-PE)

Árbitro: Charles Hebert Cavalcante Ferreira (AL)

Assistentes: Rondinelle dos Santos Tavares (AL) e Maxwell Rocha da Silva (AL)

Gols: Alemão (29`do 1T, Santa), Daniel Costa (20`do 2T, Santa)

Cartões amarelos: Grafite, Alemão e Renatinho (Santa Cruz); Lucas Fernandes, Calyson, Osman e Alípio (Luverdense) 

Cartão vermelho: Grafite (Santa Cruz)

Público: 7.932 

Renda: R$ 88.420

Do Super Esportes 

(Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)


...
 
 
 
eXTReMe Tracker