Página inicial
 
Mural de recados
26.05 | marcelo
Concordo plenamente com voce paulo esses reporteres das radios de caruaru sao do ...
26.05 | Davi
Infelizmente o editor desse blog não publicou meu comentário, so sei de uma cois ...
26.05 | Patativa
É verdade Paulo alvinegro excelente o seu comentário você estar de parabéns. ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
08/09/2015
21h21 | esportes - CENTRAL
SÉRIE B: Santa Cruz 1x2 Paysandu - Tricolor perde confronto direto em pleno Arruda
A campanha do Santa Cruz no Arruda foi o que levou o Tricolor a uma arrancada na Série B. Ao sonho pelo G4. Ostentando 100% de aproveitamento no estádio sob o comando do técnico Marcelo Martelotte, o time coral não manteve a escrita no José do Rêgo Maciel. Sucumbiu diante de um embalado Paysandu e perdeu a invencibilidade em casa, que durou oito jogos. Derrota por 2 a 1 com o gol da vitória do Bicolor sendo marcado, ironicamente, pelo ex-coral Betinho. 

O Paysandu, diga-se, não chegou a ser impôr. O Santa teve mais volume de jogo. João Paulo, Diogo Campos e Grafite até tiveram chances de fazer gols no primeiro tempo diante de um adversário que parecia mais se contentar em marcar. E marcava bem, ressalte-se. Quando o Papão atacou, também foi eficiente. Na única chance que teve nos primeiros 45 minutos, conseguiu abrir o placar.
 
 Grande preocupação de Martelotte no último treino da semana, o lado direito do Paysandu foi praticamente inócuo com Yago Pikachu no primeiro tempo. O Santa, no entanto, se esqueceu do outro lado do campo. Foi por lá que Vitor errou na saída de bola, Leandro Cearense pegou a defesa coral desarrumada e tocou Jhonnatan, que colocou os visitantes em vantagem aos 32 minutos.

Os tricolores voltaram do intervalo pouco impetuosos. Ainda assim, João Paulo - peça mais produtiva do time desde o início do jogo - acabou sofrendo um pênalti quando o primeiro terço da etapa final se aproximava. Um achado. Mesmo com a presença de Anderson Aquino - que havia perdido uma penalidade na rodada passada - quem pegou a bola para a cobrança desta vez foi Grafite. Não poderia ir de encontro aos pedidos das arquibancadas que gritavam o seu nome. Não decepcionou. Colocou no canto direito do goleiro Ivan: 1 a 1.

O gol, contudo, não chegou a reacender os comandados de Martelotte. Seguiram, sim, com mais posse de bola. Uma predominância que virou mera estatística, já que se custava para criar novas oportunidades. Em mais uma investida pontual do Paysandu, veio o golpe final. Por ironia do destino, o ex-tricolor Betinho - artilheiro do Estadual e dispensado do clube no início do Brasileiro - foi quem decretou a derrota.

Santa Cruz 1
Tiago Cardoso; Vitor, Neris, Alemão e Lúcio (Bruno Moraes); Wellington, Moradei (Renatinho), João Paulo, Diogo Campos (Anderson Aquino) e Luisinho; Grafite. Técnico: Marcelo Martelotte.

Paysandu 2
Ivan; Yago Pikachu, Thiago Martins, Dão (Fernando Lombardi) e João Lucas; Augusto Recife, Jhonnatan, Gílson e Carlinhos (Edinho); Leandro Cearense (Betinho) e Welinton Junior. Técnico: Dado Cavalcanti.

Local: Arruda (Recife-PE). Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR). Assistentes: Moisés Aparecido de Souza (PR) e Rafael Trombeta (PR). Gols: Jhonnatan (32`do 1T, Paysandu), Grafite (15`do 2T, Santa) e Betinho (37`do 2T, Paysandu). Cartões amarelos: João Paulo (Santa Cruz); João Lucas, Welinton Junior, Thiago Martins, Ivan e Fernando Lombardi (Paysandu). Público: 10.552. Renda: R$ 119.115
 
Do Super Esportes PE 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker