Página inicial
 
Mural de recados
23.06 | Thiago Francisco
Saindo de Recife sábado à noite pra domingo ver minha patativa voar alto. AVA ...
23.06 | Thiago Francisco
Estive lá na sede por volta das 13 hrs, ontem (quinta feira) e comprei o ingress ...
23.06 | Gustavo
PQP, O amadorismo nao sai desse central querem cobrar um valor absurdo de 40 rea ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
29/08/2015
09h31 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B: Paraná 3x2 Santa Cruz - Tricolor cede virada e frustra chance de alcançar o G4
O primeiro sinal era animador. Sete minutos de jogo e um gol do estreante Marcílio. Mas não. Não foi um Santa Cruz decisivo que encarou o Paraná, neste sábado, no Durival de Britto. Falhas defensivas da dupla de zaga. Um apagado João Paulo. Passes errados de Lelê e Anderson Aquino. Os vacilos individuais deram o tom de mais uma derrota do time. É o 15º tropeço atuando na região Sul do País em dez anos. Algo que custou caro. O G4 ainda não se tornou realidade após a derrota por 3 a 2, e a equipe caiu para a oitava posição, com 31 pontos.

Primeiro tempo
O Santa Cruz começou o jogo de maneira decisiva. Na primeira chance clara, o gol. A ação, por sinal, teve participação do técnico Marcelo Martelotte. Após subida pela esquerda, Lelê, que viria a errar muito, deu um passe para trás. Ele encontrou Marcílio, que, após ser promovido pelo técnico aos profissionais, abriu o placar da partida aos sete minutos. O lance, no entanto, foi o único suspiro da equipe na primeira etapa.

 

A equipe coral se mostrou retraída. Fora de casa, voltou a ter dificuldades para criar. João Paulo sumiu. A bola rodava pouco nos pés dos jogadores. Enquanto isso, o Paraná se mostrou mais incisivo. Principalmente pelas laterais. Antes de marcar com Henrique, aos 37, criou duas belas oportunidades defendidas pelo salvador Tiago Cardoso.

Segundo tempo
O ritmo do Paraná se manteve para o começo da etapa final. Rapidamente, veio a virada. Com um minuto, Carlão aproveitou um vacilo na saída de jogo de Neris e colocou o Paraná na frente. Sem tempo para se recuperar, o time local tratou de passar por cima do Tricolor do Arruda em novo erro defensivo. Danny Morais marcou a bola e não viu Carlão. Novamente, o camisa 9 fez a sua parte e ampliou para 3 a 1.

O golpe parecia ter abatido o Santa Cruz. Mas a equipe coral encontrou forças para responder. Até porque estava mais arrumada na defesa com a entrada de Diego Sacomam no lugar de Marlon. As chances começaram a surgir. Assim, Lelê se desfez dos erros, driblou o goleiro e diminuiu a diferença aos 19 minutos. A reação, no entanto, travou com a expulsão de Grafite. O atacante revidou uma entrada dura do zagueiro, mas o árbitro expulsou apenas o camisa 23. 

Ficha do jogo

Paraná 3
Felipe Alves; Ricardinho, Luiz Felipe, Luciano Castán e Rafael Carioca (Anderson Uchoa); Fernandes, Rafael Costa (Jean) e Danielzinho; Carlão, Henrique e Guga (Gustavo Sauer). Técnico: Fernando Diniz.

Santa Cruz 2
Tiago Cardoso; Vitor, Neris, Danny Morais e Marlon (Diego Sacomam); Moradei, Marcílio, João Paulo, Lelê e Anderson Aquino (Luisinho); Grafite. Técnico: Marcelo Martelotte.

Estádio: Durival de Britto (Curitiba-PR)
Árbitro: Wagner Reway (MT) - Fifa
Assistentes: Paulo César Silva Faria (MT) e Marcelo Grando (MT)
Cartões amarelos: Rafael Carioca, Rafael Costa, Luciano Castán) (P); Anderson Aquino, Pedro Castro (S)
Cartão vermelho: Grafite (S)
Gols: Marcílio (aos 7min do 1°T), Henrique (aos 37min do 1°T), Carlão (1min e 8min do 2°T), Lelê (19min do 2ºT)
Público: 4.725 pessoas
Renda: R$ 62.990,00
 
Do Super Esportes 

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker