Página inicial
 
Mural de recados
25.07 | luciano
pra resolver o problema do central, não é preciso fechar as portas , e sim os só ...
24.07 | Franco
Carlos e Paulo Alvinegro, vcs pelo menos são sócios, ou apenas críticam e defend ...
24.07 | Paulo alvinegro
Parabéns Carlos pelo seu comentário. ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
25/01/2015
06h00 | esportes - Amistoso
Amistoso - Santa Cruz bate Campinense por 3x0 no Arruda
O time do Santa Cruz ainda não é o ideal. Bem longe disso. Mas, se comparado ao amistoso contra o Zalgiris Vilnius, houve, de fato, uma sensível melhora na equipe coral. Neste domingo, no estádio do Arruda, o Tricolor recebeu o Campinense-PB na sua segunda e última partida preparatória antes do Campeonato Pernambucano. Venceu por 3 a 0. O desentrosamento ainda foi visível, assim como a debilidade física de alguns atletas. No entanto, a equipe conseguiu criar chances de gol sem tanta dificuldade e se mostrou bem mais à vontade em campo. Acabaram-se os testes. Agora, os comandados de Ricardinho voltam a jogar no próximo sábado, quando enfrentam o Sport na estreia do estadual. Desta vez, para valer. 

Em relação ao time que iniciou o duelo da última quinta-feira, foram três novidades promovidas pelo técnico Ricardinho. Além da estreia do meia João Paulo, Alemão voltou à zaga no lugar de Everton Sena e Moisés foi acionado lateral direita no posto de Nininho. O Tricolor começou bem solto. Conseguia tabelar no ataque e explorava frequentemente as jogadas de linha de fundo. Adotando essa estratégia, Betinho e Waldison tiveram chances de abrir o placar. Mas desperdiçaram dentro da grande área. Num momento que o jogo tendia a esfriar, Edson Sitta fez 1 a 0 - aos 32 minutos. Ainda deu tempo para Thiaguinho também perder um gol claríssimo antes do intervalo.

O Campinense não ameaçou tanto o goleiro Bruno. As oportunidades dos paraibanos no primeiro tempo vieram, sobretudo devido às falhas de posicionamento e aos erros de passe da retaguarda coral. Até certo ponto natural, já que os quatro atletas que formaram a linha de trás do Santa Cruz nunca haviam atuado juntos nem em treino. Uma dessas peças da defesa foi Renatinho. Ele entrou na lateral esquerda logo no início do jogo para substituir Léo Veloso, machucado. Recém-recuperado de uma inflamação no púbis e sem atuar desde 18 de outubro, o baixinho correspondeu no apoio. Na proteção, ponto falho dele, não foi tão exigido e a cobertura dos volantes acabou suprindo a sua deficiência na marcação. 

Segundo tempo
De cara, Ricardinho começou o último ato do confronto já com três mudanças. Voltou a testar Fred no gol, que havia iniciado como titular diante do Zalgiris. Deu outra chance para o prata da casa Raniel e promoveu a estreia de Anderson Aquino. Surtiu efeito. Já com dois minutos, Aquino acertou um chutaço de longe: 2 a 0. O novato terminou como um dos destaques do amistoso e deu mais mobilidade ao ataque, antes quase inerte com Betinho. O treinador coral seguiu fazendo alterações para testar jogadores e variações de esquemas no Santa. Aos poucos, mudou todas as peças. Enquanto isso, o Campinense continuava esbarrando em suas próprias limitações. Williams ampliou para o Tricolor, aos 18. Ao apito final, diferentemente do que aconteceu frente ao Zalgiris, aplausos ecoaram no estádio. 

Local: Arruda (Recife-PE). Árbitro: Cláudio Mercante/PE. Assistentes: Aldir Pereira/PE e Arquimedes Alves/PE. Gols: Edson Sitta (32' do 1T, Santa), Anderson Aquino (2' do 2T, Santa) e Williams (18' do 2T, Santa). Cartõe amarelos: Thiaguinho, João Paulo e Wellington (Santa Cruz); Luis Fernando (Campinense). Público: 2.572. Renda: R$  23.140,00.

Santa Cruz 3
Bruno (Fred); Moisés (Nininho), Alemão (Walter), Danny Morais (Everton Sena) e Léo Veloso (Renatinho; Edson Sitta (Wellington), Bileu (Gllawcyo), João Paulo (Pedro Castro) e Thiaguinho (Raniel); Waldison (Williams) e Betinho (Anderson Aquino). Técnico: Ricardinho.

Campinense-PB 0
Marcão; Leandro (Renan), Jairo, Joécio e Jerfferson Recife; Negretti, Luis Fernando, Paulinho (Jimmy) e Sandrinho; Reginaldo Júnior (Michel) e Felipe Alves. Técnico: Francisco Diá.
 
Do Super Esportes PE 
 
Foto da página inicial da matéria: Edvaldo Rodrigues/DP Press 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker