Página inicial
 
Mural de recados
24.06 |
Soube que a procura de ingressos foi fraca... Que torcida fraca essa do central ...
24.06 | Gustavo
Lembro de quando anunciaram essa parceria com Granada fiz uma pesquisa e vi que ...
24.06 | Kaio SGD
Olha nos desfalque só o que poder atrapalhar é o desfalque de Agenor o resto pod ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
27/10/2014
22h17 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B > Santa Cruz sobra, goleia o Vila Nova e encosta de vez no G4 da Série B do Brasileiro
Tricolor jogou fácil, fazendo 5 a 1 na equipe goiana na Arena Pernambuco

São agora sete jogos sem perder na Série B. São quatro vitórias seguidas. O 5 a 1 no Vila Nova nesta terça-feira deixou o time separado do G4 por apenas um ponto. Um dos dois meses de salários atrasados foi pago a todos os atletas e a torcida entrou definitivamente na avalanche rumo ao acesso. Compareceu em peso à Arena Pernambuco e embalou o time na goleada sobre o vice-lanterna, a maior dos corais no campeonato até aqui. O Tricolor segue invicto no estádio, onde volta a atuar no próximo sábado. Recebe o América de Natal e pode, pela primeira vez nesta Segundona, entrar no seleto grupo dos quatro melhores.

O horário ingrato da partida (18h30) não foi suficiente para impedir que o torcedor, empolgado pela recente campanha da equipe, marcasse presença em bom número. Aqueles que não conseguiram chegar antes do apito inicial apareceram no intervalo e preencheram ainda mais as cadeiras da Arena. Dentro de campo, porém, a partida começou complicada. Os corais só foram finalizar depois dos 15 minutos.

A equipe tricolor foi amarrada durante o primeiro terço do confronto. Para o lugar do suspenso Tony, Canindé deslocou Bileu para a lateral direita. Não era uma válvula de escape tão efetiva como o titular da posição. Apesar de ter três meias, não construía tão bem. O primeiro gol só foi sair depois de uma falta, cobrada por Danilo Pires. Achou a cabeça de Renan Fonseca: 1 a 0, aos 34. O meia, inclusive, teve participação direta nos três lances em que o time balançou as redes na etapa inicial. Quando abriu o placar, o Santa, enfim, deslanchou. Danilo Pires aumentou. Léo Gamalho fez o terceiro de pênalti, sofrido por Pires. 

Segundo tempo
O adversário chegou a esboçar que ia reagir. Já aos 9 fez com Leonardo. Toda a esperança de reação, no entanto, foi embora aos 15. Em mais uma penalidade, que acabou ocasionado num cartão vermelho de Jheimy por reclamação, Léo Gamalho ampliou. Com um jogador a mais, o Santa Cruz fez o quinto com Keno. A pedidos, antes da expulsão de Radamés, Caça-Rato ainda foi acionado por Canindé só para dar ainda mais ânimo à torcida na festa na Arena Pernambuco.

Santa Cruz 5
Tiago Cardoso; Bileu, Alemão, Renan Fonseca e Tiago Costa; Sandro Manoel, Danilo Pires (Cassiano), Natan e Wescley (Ailton); Keno e Léo Gamalho (Flávio Caça-Rato). Técnico: Oliveira Canindé.

Vila Nova-GO 1
Cleber Alves; Arthur, Gustavo, Gabriel e Christiano; Leonardo, Radamés, Léo Rodrigues (Matheus Anderson), Lucas Sotero (Felipe Macena) e Paulinho (João Paulo); Jheimy. Técnico: Wladimir Araújo.

Local: Arena Pernambuco (São Lourenço da Mata-PE). Árbitro: Eduardo Cordeiro Guimarães (RJ). Assistentes:Jackson Massara dos Santos (RJ) e Márcio Luiz Augusto (SP). Gols: Renan Fonseca (34 do 1T, Santa), Danilo Pires (37 do 1T, Santa) e Léo Gamalho (41 do 1T e 15 do 2T, Santa) e Keno (26 do 2T, Keno); Leonardo (9 do 2T, Vila).Cartões amarelos: Danilo Pires (Santa Cruz) e Wescley; Arthur, Jheimy e Cléber Alves (Vila Nova). Cartão vermelho: Jheimy e Radamés (Vila Nova). Público: 17.979. Renda: R$ 419.422,00.
 
Do Super Esportes 

 


...
 
 
 
eXTReMe Tracker