Página inicial
 
Mural de recados
23.06 | Thiago Francisco
Saindo de Recife sábado à noite pra domingo ver minha patativa voar alto. AVA ...
23.06 | Thiago Francisco
Estive lá na sede por volta das 13 hrs, ontem (quinta feira) e comprei o ingress ...
23.06 | Gustavo
PQP, O amadorismo nao sai desse central querem cobrar um valor absurdo de 40 rea ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
18/10/2014
09h01 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B -> Com gol de Cassiano no apagar das luzes, Santa Cruz bate o Vasco na Arena Pernambuco: 1x0
Cassiano marcou o gol da vitória. Fotos: Edmar Melo/JC Imagem

 

Sem greve de futebol. É verdade que a semana foi complicada no Santa Cruz e o clima foi pesado pelos lados do Arruda. A greve dos jogadores na quinta-feira (16) amedrontou os torcedores. O que esperar do time diante de um adversário da dimensão do Vasco da Gama? A resposta veio dentro de campo. Nas quatro linhas do belíssimo gramado da Arena Pernambuco, a equipe coral mostrou que sabe honrar a camisa centenária que veste. A justa vitória por 1 a 0, com gol de Cassiano, deixou isso bem claro.

O primeiro tempo foi todo tricolor. E o apoio da torcida foi fundamental para isso. Desde o aquecimento, quando o time saiu de campo sob aplausos, até o último segundo de jogo, com os torcedores cantando e empurrando os corais para cima do Vasco da Gama. Embalado pela moldura humana que preenchia de preto, branco e vermelho as cadeiras da Arena Pernambuco, o Santa Cruz se impôs aos cariocas. Dominou as ações na etapa inicial e em momento algum se viu ameaçado pela equipe cruzmaltina.

Chances de ir para o intervalo à frente do placar não faltaram. Os contra-ataques tricolores pareciam mortíferos. Falhas, entretanto, no último passe ou mesmo na finalização, impediam que o gol coral saísse. Em apenas 20 minutos de partida, o Santa Cruz chegou a desperdiçar três boas chances, sempre pelo lado esquerdo do ataque. O ritmo acelerado da partida foi caindo à medida que o tempo transcorria. Entretanto, já perto do fim da primeira etapa, o tricolor voltou a levar perigo, em lance em que Léo Gamalho, inclusive, reclamou um pênalti.

 

 Sem desistir

Se o Santa Cruz foi dono e senhor do jogo no primeiro tempo, a realidade foi bem diferente na etapa complementar. Tiago Cardoso deixou de ser espectador privilegiado da partida, para ser peça fundamental do time coral. O Vasco voltou muito melhor do vestiário. A peleja ficou mais aberta e eletrizante, com os dois times se alternando na criação de oportunidades.

Quando os cruzmaltinos dominavam a partida, muito por conta da entrada de Maxi Rodríguez, que desequilibrava no meio-campo, o Santa Cruz passou a apostar ainda mais nos contra-golpes. E o que faltou ao time nas chances do primeiro tempo, sobrou para Cassiano. Saído do banco, o atacante esbanjou categoria para dominar a bola na entrada da área, girar e bater seco e colocado no canto de Martín Silva. Gol do Santa Cruz. Vitória tricolor.


Ficha técnica

Santa Cruz 1
Tiago Cardoso; Tony, Alemão, Renan Fonseca e Tiago Costa; Sandro Manoel, Bileu, Danilo Pires (Cassiano) e Wescley (Renatinho); Keno (Aílton) e Léo Gamalho. Técnico: Oliveira Canindé.

Vasco da Gama 0
Martín Silva; Diego Renan, Rodrigo, Douglas Silva e Marlon; Guiñazu, Fabrício (Maxi Rodríguez), Pedro Ken e Douglas (Montoya); Edmílson (Dakson) e Thalles. Técnico: Joel Santana.

Local: Arena Pernambuco (São Lourenço da Mata-PE)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Gols: Cassiano (Santa Cruz)
Cartões amarelos: Sandro Manoel (Santa Cruz); Fabrício, Marlon e Guiñazu (Vasco)
 
Do Super Esportes 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker