Página inicial
 
Mural de recados
25.04 | Preto e branco
Esses cara são repletos pilantras dizem q gostam do central só pode tá de sacana ...
25.04 | kaio
Licius saiu ? ...
25.04 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! CONCORDO PLENAMENTE DO Alcino PM. Venho falando isso a ano ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
06/10/2014
22h19 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B -> Pela décima vez na Segundona, Santa Cruz começa na frente e cede empate: 1x1 contra Joinville
CLIQUE E CONFIRA.

 

 

Pela décima vez na Série B, pela segunda na Era Oliveira Canindé, o Santa Cruz entregou um resultado após ter aberto o placar. Na noite desta terça-feira, em Santa Catarina, Danilo Pires fez o gol coral no começo do segundo tempo. Mas parecia que o Tricolor não tinha conhecimento do poderio do Joinville em sua arena, onde só perdeu um jogo no campeonato. Dez minutos depois, portanto, os mandantes empataram: 1 a 1. O time pernambucano segue oscilando. Decepciona aqueles torcedores que ainda acreditam no improvável acesso.

O Santa só conseguiu dar um chute no gol adversário durante toda etapa inicial. Foi num chute tronxo de Nininho. O Joinville, por outro lado, acertou a trave de Tiago Cardoso já aos dois minutos. O lance originou-se em uma bola alçada na área após cobrança de falta. Justamente nos lances aéreos, os mandantes chegaram a pressionar e perigaram por mais duas vezes no primeiro tempo. A zaga voltou a errar na saída de jogo e, por muitas vezes, permitiu os catarinenses atacarem em cima de uma defesa desguarnecida.

As investidas do lateral direito Tony, suspenso, foram sentidas. O reserva Nininho, pouco agudo e com repertório pequeno de jogadas, não era uma opção ofensiva tão efetiva. Os corais também atuavam muito espaçados nos momentos que encontravam chances para contra-atacar. A troca de passe se dificultava e a investida quase sempre acabava abafada no meio do caminho.

Segundo tempo
Oliveira Canindé resolveu adotar para a sua equipe uma postura mais propensa ao ataque. No intervalo, tirou Tiago Costa e Nininho. Pôs Julinho e Natan. Com três homens no meio-campo, queria mais uma alternativa para a armação das jogadas, já que na lateral direita, sempre a válvula de escape dos tricolores, pouco se produzia sem Tony. Deu certo. Após lance de Keno na esquerda, Danilo Pires recebeu cruzamento e fez 1 a 0, aos sete. 

Mas o Santa se acuou. Edigar Junio empatou. A entrada de Julinho, que falhou no gol,  contribuiu para o crescimento do Jec na partida. Sem marcar, levou os catarinenses a atacarem pelo lado esquerdo. 

FICHA DO JOGO

Joinville
Ivan; Murilo (Edson Ratinho), Bruno Aguiar, Guti e Rogério; Naldo, Anselmo, Everton (Fabinho) e Jean Derretti (Harrison); Edigar Junio e Fernando Viana.Técnico: Hemerson Maria.

Santa Cruz
Tiago Cardoso; Nininho, Everton Sena, Renan Fonseca e Tiago Costa; Sandro Manoel, Bileu, Danilo Pires e Wescley; Keno (Renatinho) e Léo Gamalho. Técnico: Oliveira Canindé. 

Local: Arena Joinville (Santa Catarina-SC). Horário: 21h50. Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO).Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO). Gols: Danilo Pires (7 do 2ºT, Santa) e Edigar Junio (17 do 2ºT, Joinville). Cartões amarelos: Tiago Costa, Danilo Pires, Natan e Julinho (Santa Cruz); Anselmo e Fabinho (Joinville). Cartão vermelho: Anselmo (Joinville). Público: 6.903. Renda: R$ 83.995.
 
Do Super Esportes 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker