Página inicial
 
Mural de recados
24.06 | Kaio SGD
Olha nos desfalque só o que poder atrapalhar é o desfalque de Agenor o resto pod ...
23.06 | Antonio
Olha a quantidade de possíveis desfalques que o Central pode ter no jogo, é muit ...
23.06 | Danilo
http://sportv.globo.com/site/programas/ta-na-area/noticia/2017/06/empresario-ilu ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
08/09/2014
22h49 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B -> Com gol de Léo Gamalho no fim, Santa Cruz bate Portuguesa no Arruda: 1x0
Clique e Confira.
O Santa Cruz tinha a obrigação de vencer. Venceu. Mas no sufoco. Quase que de repente. Nesta terça-feira, o Tricolor esbarrou em suas próprias limitações. Só fez o gol solitário da vitória sobre a vice-lanterna Portuguesa aos 42 minutos do segundo tempo, no Arruda. A torcida vaiou atuação do time desde a metade do segundo tempo. Só cessaram as críticas quando Léo Gamalho balançou as redes. Foi mais um sinal que ainda há muito a melhorar na equipe se o clube não quiser permanecer fadado à zona intermediária da tabela desta Série B. Os corais terão agora uma sequência duas partidas fora de casa no campeonato - contra Paraná e Luverdense.

De cores alvinegras, estreando o uniforme feito para o centenário do clube, o Santa iniciou a partida com uma postura preocupante. Diante de uma Lusa com pouca qualidade, praticamente não conseguiu finalizar durante primeiro tempo. As jogadas pela meia não saiam. Wescley acabou engolido pela marcação. Era desarmado com facilidade. Natan também não apareceu. Quando voltava para buscar jogo, Keno se sobrecarregava. Léo Gamalho era quem tinham lampejos de lucidez nas vezes que a bola chegava a ele. Pouco.

A retaguarda coral errava até na troca de passes curtos e teoricamente simples de se executar. Deixava ainda os paulistas chegarem à meta de Tiago Cardoso. Pecava em falhas antigas. Permitia cruzamentos pelas laterais e concedia espaço para os adversários subirem para cabecear, livres. Assim, a Portuguesa fez um gol. Por sorte, corretamente anulado devido a impedimento. A paciência da torcida se esgotava a cada erro. Na hora do intervalo, vaias em uníssono direcionadas aos atletas. 

Segundo tempo
A equipe do técnico Sérgio Guedes seguiu de forma parecida no início da etapa inicial. De cara, aos quatro, permitiu uma investida da Portuguesa. Tiago Cardoso salvou um chute cruzado de Gabriel Xavier. Sete minutos depois, o goleiro tricolor evitou outro gol. O Santa Cruz não conseguia atacar. Chutou a primeira vez só aos 22 minutos. Silas fechou a Lusa. Complicou ainda mais as ações dos mandantes. Mas mesmo sem demonstrar um bom futebol e sem se encontrarm campo, chegaram à vitória quase que fortuitamente, no fim do jogo. Pingo cruzou para Léo Gamalho, que fez o gol. Alívio no Arruda.

Santa Cruz
Tiago Cardoso; Tony, Marllon, Renan Fonseca e Renatinho (Julinho); Sandro Manoel, Everton (Bileu), Wescley e Natan (Pingo); Keno e Léo Gamalho. Técnico: Sérgio Guedes.

Portuguesa
Rafael Santos; Régis, Brinner, Luciano Castán e Jean Mota; Bruno Piñatares, Jocinei, Allan Dias e Gabriel Xavier (Mateus); Júnior Alves e Alemão (Caio Mancha). Técnico: Silas.

Estádio: Arruda (Recife-PE). Árbitro: Antônio Denival de Morais-PR. Assistentes: Diego Grubba Schitkovski e Diogo Morais, ambos do Paraná. Gols: Léo Gamalho (42' do 2T, Santa Cruz). Cartões amarelos: Luciano Castán (Portuguesa) e Renan Fonseca (Santa Cruz).
 
Do Super Esportes 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker