Página inicial
 
Mural de recados
18.08 | Patativa
Com certeza essa chapa de Clóvis Lucena irá vencer,a outra só tem liso sem futur ...
18.08 | MARCOS LEITE
NA ELEIÇÃO DO CENTRAL, TEM QUANTOS CANDIDATOS A PRESIDENTE? EIS A QUESTÃO PROCUR ...
17.08 | Ronaldo fonseca
As bate chapas está aí! Qual será a mais benéfica para O glorioso????? De a s ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
28/07/2014
17h22 | esportes - SANTA CRUZ
SANTA CRUZ > Nove dos 11 gols sofridos pelo tricolor em 4 jogos nasceram de cruzamentos
Clique e Confira.

 

O número chama atenção. Na volta da Série B, após a paralisação para a Copa do Mundo, o Santa Cruz tomou 11 gols em quatro jogos. A cada jogo, erros, mais erros e respostas vazias. Considerada uma virtude da equipe antes da parada, a defesa virou alvo de críticas. O maior. A quantidade excessiva de gols surpreende porque os jogadores são os mesmos. Em tese, nada mudou. O ritmo dos treinos continuou o mesmo. Os atletas e o técnico Sérgio Guedes têm buscado explicações, mas não encontram. 

O GloboEsporte.com elaborou uma lista que destrincha nove dos 11 gols. Devido a uma peculiaridade: os nove surgiram de cruzamentos na área coral. Sejam em lances de faltas, escanteios, em bolas pelo alto ou rasteiras.

No último jogo, contra o Ceará, os três gols foram dessa forma. O erro aconteceu também três vezes na derrota por 4 a 1 para o Vasco, outras duas na derrota por 3 a 2 contra o Vila Nova e até na vitória por 2 a 1 contra o Botafogo-PB.

 

santa cruz x ceará (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)Os três gols do Ceará nasceram de cruzamentos na área tricolor (Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)



Abaixo, confira a lista dos gols

01

1º GOL - FABRÍCIO (VASCO)


O primeiro gol da série negativa do Santa Cruz, curiosamente, não surgiu diretamente de um cruzamento. A jogada foi iniciada quando Kléber, do Vasco, levantou a bola na área depois de um escanteio e Sandro Manoel apareceu para cortar. Quando tudo parecia resolvido, eis que surge o volante Fabrício na entrada da área. Livre de marcação, já que Renatinho era o mais próximo, mas marcava um outro adversário, ele acertou um belo chute sem chances para Tiago Cardoso.

02

2º GOL - DOUGLAS SILVA (VASCO)


No mesmo jogo, um novo erro grave. O meia Dakson cobrou falta na área e Douglas Silva apareceu completamente livre para marcar. O erro no posicionamento foi do volante Memo, que estava com o lateral-direito vascaíno no início da jogada, mas não o acompanhou no momento da batida. Um detalhe do lance é que o zagueiro Renan Fonseca, que está marcando Thalles, dá uma grande bronca no companheiro por conta do gol.

03

3º GOL - FABRÍCIO (VASCO)



O volante vascaíno Fabrício foi o mais beneficiado com o apagão da defesa do Santa Cruz. Autor do primeiro gol do jogo, ele fechou a goleada novamente em uma bola cruzada. Desta vez, o meia Lucas Crispim foi até a linha de fundo e mandou a bola rasteira para a área. Livre de marcação, Fabrício não teve dificuldades para vencer Tiago Cardoso. O jogador mais perto de Fabrício no lance era o volante Sandro Manoel, que apenas assiste a finalização.

04

4º GOL - RADAMÉS (VILA NOVA)



O problema recorrente no jogo contra o Vasco voltou a se repetir diante do Vila Nova. Até num gol de pênalti, a bola na área é a grande vilã do Santa Cruz. O volante Radamés levantou a bola na área, onde Jheimy estava sozinho entre Everton Sena e Nininho. O zagueiro subiu alto para afastar, mas o lateral se precipitou, mostrou insegurança e puxou o atacante goiano. Radamés cobrou o pênalti sem chances para Tiago Cardoso.

05

5º GOL - PAULINHO (VILA NOVA)



O Santa Cruz mostrou um grande poder de reação contra o Vila Nova empatando duas vezes a partida, mas no final do jogo vacilou novamente em uma bola cruzada e voltou para casa sem nenhum ponto. Com o lateral-esquerdo Renatinho e o volante Memo apenas olhando (o volante ainda tentou), meia Léo Rodrigues teve muita liberdade para cruzar na área, onde estavam Evandro e Paulinho. O primeiro, ao lado de Everton Sena, furou a finalização, mas Paulinho, que tinha Nininho ao seu lado, não teve dificuldades para marcar.

06

6º GOL - LENÍLSON (BOTAFOGO-PB)



O Santa Cruz até venceu o Botafogo-PB em jogo válido pela Copa do Brasil, mas para não perder o costume, vacilou em um lance igual aos demais jogos. O atacante Rafael Aidar chamou o zagueiro Renan Fonseca para dançar na linha de fundo e com muita categoria levantou a bola para Lenílson fuzilar o goleiro Tiago Cardoso. O camisa 10 da equipe paraibana estava com o zagueiro Everton Sena no início do lance, mas conseguiu se livrar da marcação e fazer o gol sem dificuldades.

07

7º GOL - BILL (CEARÁ)



O lance começa com um erro do volante Memo, que ao tentar afastar a bola, entrega ela de bandeja para Nikão. O camisa 10 do Ceará cruza e, dentro da pequena área, Bill se livra de marcação de Everton Sena e aparece para abrir o placar.




08

8º GOL - MAGNO ALVES (CEARÁ)



Se Everton Sena falhou no primeiro gol ao deixar Bill finalizar, no segundo foi a vez do outro zagueiro. Renan Fonseca não conseguiu acompanhar o atacante Magno Alves depois do cruzamento de Vicente, e o camisa 11 do Ceará também conseguiu vencer o goleiro Tiago Cardoso com extrema facilidade. O gol nasceu de um contra-ataque, onde Tony não conseguiu acompanhar o lateral-esquerdo cearense.


09

9º GOL - SANDRO (CEARÁ)



Curiosamente, o único gol tomado pelo Santa Cruz proveniente de um escanteio foi o último. 
O zagueiro Sandro ganhou no alto de Danilo Pires depois de cobrança de Ricardinho e, apesar de ter cabeceado sem muita força, viu o goleiro Tiago Cardoso aceitar.

Do globoesporte.com/pe 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker