Página inicial
 
Mural de recados
26.06 | Paulo Junior
GAIA NELES. FUTEBOL É COISA SÉRIA, NÃO É BRINQUEDO NÃO. FICAM BRINCANDO COM O FU ...
26.06 | ALCINDO PM
GENTE...GENTE...GENTE...TEM QUE FECHAR AS PORTAS...NO PARANÁ A JUNÇÃO DE DUAS EQ ...
26.06 | alessandro viana
Triste a derrota. Mas é do jogo. Lógico q ninguem goata de perder. o jogo foi mu ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
25/06/2014
21h56 | esportes - SANTA CRUZ
SANTA CRUZ > Volante Bileu foi apresentado no Arruda e descarta improvisação como lateral direito
Clique e Confira.

Jamil Gomes / Santa Cruz / Divulgação

Foi uma negociação lenta, que exigiu paciência. Há algumas semanas, o Santa Cruz vinha tentando acertar a contratação do volante Bileu. Ele não vinha sendo aproveitado no Sport, clube que defendia desde o início do ano, mas finalmente, na tarde desta quinta-feira, o jogador pôde ser apresentado como novo reforço coral - não para a lateral direita, mas para o meio de campo.

Foi isso que ele deixou explícito em sua primeira coletiva como atleta do Santa Cruz. Depois da apagada passagem pela Ilha do Retiro, o atleta não quer mais saber de atuar improvisado, e espera receber oportunidades como volante, sua posição de origem. “Se for pra ajudar um jogo na lateral, eu posso até jogar, mas ficar na lateral, como eu estava lá, treinando na posição, não é meu forte”, ressaltou.

Apesar de se mostrar arrependido com a escolha de ter aceitado o desafio de ser lateral no Sport, ele não considera um erro por parte do clube a ideia de contratá-lo para uma posição que não era a dele. “O Sport me contratou pelas duas partidas que eu fiz contra o clube na lateral, pela Copa do Brasil, e isso chamou a atenção deles. Não foi um erro, porque vai que eu jogasse bem, mas não foi o caso, eu não fui tão bem”, admitiu.

Bileu declarou também que dois fatores contribuíram para o desfecho positivo de suas conversas com o Tricolor. Primeiro, a adaptação que ele já sente em relação à capital pernambucana. E em segundo lugar, a conversa que teve com o técnico Sérgio Guedes. “Ele perguntou das minhas características, como eu gostava de jogar, mas se ele precisar que eu jogue apoiando, defendendo mais, eu estou à disposição para ajudar”, contou.

Características
Sobre as suas características de jogo, ele se disse capaz de fazer as duas funções na cabeça de área. “Eu particularmente não me identifico como cão de guarda ou volante que sai pra jogar, eu faço as duas funções tranquilo e se o professor optar por eu ficar mais marcando ou sair mais para o jogo, eu vou estar à disposição”, reafirmou o atleta, que acrescentou ainda que já conhece alguns jogadores do elenco coral. “Aqui no Santa tem o Léo Gamalho, que jogou comigo no ABC, Pingo, Betinho, que eu também conheço, Leandro, e mais outros parceiros que estão me acolhendo bem”.

Bileu assinou contrato até o final do Campeonato Brasileiro da Série B, e chega para disputar posição num setor que já conta com nomes como Memo e Sandro Manoel, atuais titulares. Mas a luta pela titularidade não o assusta. “A concorrência é boa, fortalece o grupo, e os meninos são bons, temos um grupo forte no meio-campo. Eu estou aqui pra trabalhar, e se o professor vir que eu estou me esforçando, se ele me der uma oportunidade de jogar no time do Santa, eu vou procurar honrar essa camisa com toda a minha raça”, concluiu.
 
Do Super Esportes 

...
 
 
 
eXTReMe Tracker