Página inicial
 
Mural de recados
22.07 | MARCOS LEITE
NA SÉRIE A2 SÓ SOBE O CAMPEÃO, ESPERO SEJA O PORTO GAVIÃO DO AGRESTE. OU PESQUEI ...
21.07 | jose arruda
Warley, obrigado pela informação atualizada sobre o Sub 20-2017. A FPF divulgou ...
21.07 | Adalgisio
Warley relembra aquela campanha do central na serie D que o time era comandado p ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
02/05/2014
23h02 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B <> Santa Cruz empata com o Paraná e segue sem vencer no Campeonato Brasileiro
Clique e Confira.
São agora seis jogos seguidos sem vencer na temporada. A maior série negativa do Santa Cruz em 2014. No primeiro jogo de Sérgio Guedes no Arruda como comandante tricolor,outro empate amargo em casa na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta sexta-feira,  o campo encharcado por conta das chuvas atrapalhou o andamento do duelo. Mas não pode servir de álibi para os corais. Diante do Paraná, sobrou disposição. Faltou mais qualidade. Resultado: 1 a 1. Vaias e mais pressão no clube nos próximos dias.

O jogo começando às 21h de uma sexta-feira banhada a chuva e transmissão na TV fechada  foram fatores que acabaram afastando o público do estádio. Mas os poucos e corajosos torcedores que estiveram presentes no Arruda cobraram, veementemente, melhoras do time coral. Desde antes do apito inicial. O jejum de vitórias no ano incomodava.

Devido também à chuva, o estado do gramado não contribuiu para o exercício de um bom futebol.  O terreno estava bastante encharcado. Funcionários chegaram a tirar baldes de água do campo antes do início da para amenizar a situação. Pouco adiantou. A bola correu com dificuldade. Parava constantemente nas poças. Jogadas que seriam despretensiosas tornavam-se perigosos. Cada uma delas era um teste de atenção para os atletas.

Com chuva forte, funcionários do Santa tiram água do campo antes do começo do jogo (Paulo Paiva/DP/D.A.Press)
Com chuva forte, funcionários do Santa tiram água do campo antes do começo do jogo
A partida era  truncada. Com o campo pesado, a alternativa de ambas as equipes foram as jogadas aéreas. Porém, ironicamente, foi com a bola no chão que os times chegaram ao gol em lances pontuais. Após cruzamento rasteiro de Renatinho, acionado pela primeira vez na lateral esquerda em 2014, Luciano Sorriso abriu o placar para o mandantes aos 25. Dois minutos depois, o Paraná empatou depois de um contra-ataque.

 

 

Segundo tempo
O ritmo da etapa final seguiu semelhante ao do início. Os times esbarravam em suas limitações e nas poças. Os corais reclamaram bastante de um pênalti não dado em cima de Carlos Alberto.Os mandantes pressionaram mais. Faltou o gol. Sérgio Guedes chegou a abrir mão de um dos três volantes (Luciano Sorriso) e colocou o atacante Adilson. Em vão.

Santa Cruz 1
Tiago Cardoso; Oziel (Nininho), Renan Fonseca, Everton Sena e Renatinho; Sandro Manoel, Memo, Luciano Sorriso (Adilson) e Carlos Alberto; Flávio Caça-Rato (Betinho) e Léo Gamalho. Técnico: Sérgio Guedes.

Paraná 1 
Marcos; Carlinhos Miranda, André Vinícius, Anderson Rosa e Rodrigo Mann; Edson Sitta (Rodrigo Celeste), Cambará, Marcos Serrato (Carlinhos) e Lúcio Flávio; Keno (Gabriel Barcos) e Giancarlo.Técnico: Claudinei Oliveira.

Local: Arruda (Recife-PE). Árbitro: Wilton Pereira Sampaio/GO. Assistentes: Evandro Gomes Ferreira e Bruno Raphael Pires, ambos de GO. Gols: Luciano Sorriso (Santa, 25’ do 1T); Marcos Serrato (Paraná, 27’ do 1T). Cartões amarelos: Edson Sitta e Carlinhos Miranda(Paraná); Everton Sena (Santa Cruz). Público: 8.029 torcedores.
 
Do Super Esportes 

 


.
 
 
 
eXTReMe Tracker