Página inicial
 
Mural de recados
19.08 | MARCOS LEITE
EU SÓ ESPERO Q O CANDIDATO VENCEDOR, TEM UM GRUPO DO PATRIMONIO, CENTRAL TÁ PRA ...
18.08 | Patativa
Com certeza essa chapa de Clóvis Lucena irá vencer,a outra só tem liso sem futur ...
18.08 | MARCOS LEITE
NA ELEIÇÃO DO CENTRAL, TEM QUANTOS CANDIDATOS A PRESIDENTE? EIS A QUESTÃO PROCUR ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
19/04/2014
10h56 | esportes - SÉRIE B
SÉRIE B: Santa Cruz joga mal e fica no empate em 1×1 contra o ABC
Clique e Confira.
O Santa Cruz não teve uma estreia na Série B como a sua torcida queria. Jogando um futebol de pouca inspiração, a equipe do técnico Vica não saiu de um empate em 1×1 diante do ABC-RN, no estádio do Arruda. Insatisfeita com a sequência de maus resultados, a torcida coral vaiu a equipe e o comandante tricolor. Como se não bastasse, a torcida ainda viu o ídolo Dênis Marques, que agora defende as cores do time potiguar, balançar as redes do goleiro Tiago Cardoso. O gol coral foi marcado por Betinho.

Ser eliminado nas semifinais do Pernambucano pelo rival Sport e começar a Série B sem vencer em casa aumenta a pressão sobre o técnico Vica. Para mudar a situação, o Santa Cruz precisa vencer o Salgueiro na próxima terça-feira para conquistar a terceira colocação do Estadual e, consequentemente, a vaga no Nordestão 2015. O próximo compromisso pela competição nacional é diante da Portuguesa, em São Paulo, no próximo sábado. Isso se a Lusa entrar em campo, já que a diretoria do clube paulista declarou que só volta a jogar a Série B depois que o imbróglio jurídico for resolvido.

O JOGO

No primeiro temo, o time coral encontrou dificuldades para superar a boa marcação do time potiguar, que foi a campo com uma equipe bem postada defensivamente e com toque de bola no setor ofensivo.

O Santa Cruz parecia nervoso em campo. E, por isso, o primeiro chute a gol só aconteceu aos 20 minutos. E foi logo abrindo o placar. Raul passou para Sorriso, que mandou uma bomba. O goleiro Gilvan deu rebote e Betinho aproveitou.

Era o que a equipe tricolor precisava para ficar mais tranquila em campo. O ABC saiu para o ataque, mostrando-se uma equipe desorganizada demais para jogar ofensivamente. E assim, o Santa Cruz encontrou espaços para chegar mais à frente e oferecer perigo ao goleiro Gilvan.  O time pernambucano poderia ter feito o segundo gol se calibrasse o pé.

No segundo tempo, a equipe pernambucana manteve o ritmo, buscando o ataque para sufocar o adversário. Mas o ABC surpreendeu. Zé Teodoro promoveu a entrada de João Henrique no lugar de Otávio. O time potiguar ganhou mais mobilidade e ficou mais ousado.

Logo aos oito minutos, o ABC-RN conseguiu o gol de empate. João Henrique foi acionado pela esquerda, avançou e cruzou na cabeça de Dênis Marques, que mandou para as redes. O atacante não comemorou por respeitar o Santa Cruz, clube que o trata como ídolo. Mas o placar estava igual.

O lance deixou o Santa Cruz impaciente. O time ficou ansioso, enquanto a torcida cobrava uma reação. Na medida em que o tempo passava, a equipe coral cometia erros e o ABC aproveitava. Aos 17 minutos, Dênis Marques limpou a jogada e chutou forte. Tiago Cardoso espalmou, a bola subiu e ainda bateu no travessão.

O técnico Vica foi cobrando mais ofensividade ao time. Mas o Santa Cruz cometia erros na troca de passe. Para dar mais velocidade, o comandante tirou Raul e escalou Renatinho. A equipe foi à frente, conseguiu trabalhar a bola na frente, mas criou poucas chances de gols. Numa delas, aos 39 minutos, Luciano Sorriso chutou forte e a bola passou perto do gol, mas foi para fora. O Santa Cruz ainda tentou buscar o ataque, mas não conseguiu encontrar espaço e o tempo se esgotou. Só restou ao time ouvir as vaias da torcida.

Ficha do jogo

Tiago Cardoso, Oziel, Everton Sena, Renan Fonseca e Zeca; Sandro Manoel, Luciano Sorriso, Raul (Renatinho) e Raniel (Jéferson Maranhão); Caça-Rato (Pingo) e Betinho. Técnico: Vica.

ABC – Gilvan, Patrick, Samuel, Suelinton e Luciano Amaral; Michel, Somália, Daniel Amora e Otávio (João Henrique); Lúcio Flávio (Liel) e Dênis Marques (Beto). Técnico: Zé Teodoro.

Local: Estadio do Arruda. Árbitro: Grazianni Maciel (RJ). Assistentes: Rondinelle dos Santos e Lennon Maccartney (AL). Gols: Betinho, aos 20 minutos do primeiro tempo, e Dênis Marques, aos 8 do segundo. Cartões amarelo: Sorriso, Suelinton, Somália e Liel. Público: 10.024. Renda: R$ 138.420,00.
 
Do Blog do Torcedor 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker