Página inicial
 
Mural de recados
21.09 | MARCONDES
SERÁ Q O CENTRAL FOSSE PEDIR PRA PREFEITA DAR UMA GERAL NO CT, ELA PELO MENOS MA ...
21.09 | VICTOR HUGO
A PREFEITA É D CARUARU, MAS NÃO FAZ NADA PELOS 2 CLUBES CENTRAL E PORTO, ELA DEV ...
21.09 | Paulo alvinegro
É muito engraçado o presidente do central pra conseguir falar com o prefeito de ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
01/02/2014
15h38 | esportes - COPA DO NORDESTE
COPA DO NORDESTE -> Na véspera do centenário, Santa Cruz vence Bahia e se mantém na briga: 2x1
Clique e Confira.

  
 
Não estava nos planos da torcida sair do Recife e percorrer 140 quilômetros para ver o Santa Cruz em Caruaru mais uma vez. Não estava nos planos do time chegar na penúltima rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste com a necessidade pontuar para não morrer antecipadamente no Nordestão. Não estava nos planos dos corais uma eliminação logo na véspera da data dos 100 anos do clube. Neste domingo, o Mais Querido enfrentou o Bahia, no Lacerdão - na última partida da pena imposta pelo STJD. Em campo, vitória pernambucana por 2 a 1. Alívio. Pelo resultado. Pela certeza que a equipe voltará a mandar seus jogos no Arruda. Melhor ainda: nesta segunda-feira, os tricolores podem acordar para comemorar o centenário sem peso. Vivos na tabela. E também nutrindo esperanças para que os comandados de Vica construam uma trajetória mais sólida no Nordestão a partir de agora.

A torcida coral estava em ritmo de festa desde antes do apito inicial. Quando os jogadores corais entraram no gramado, os torcedores entoaram um "Parabéns Pra Você" em uníssono. Uma verdadeira injeção de ânimo em um Santa Cruz que não vencia há duas rodadas. O apoio pareceu ter sido providencial. Bastaram 33 segundos para Luciano Sorriso inaugurar a contagem após um cruzamento de Cassiano. A situação dos recifenses ficou mais confortável logo na sequência. O volante do Bahia, Fahel, fez uma falta dura e acabou sendo expulso aos 7 minutos. Cartão vermelho direto. Comemorado como um outro gol nas arquibancadas. 

No entanto, o Santa não conseguiu valorizar a posse de bola como deveria. A medida que os baianos atacavam, o time coral dava espaços. Erros de saída de jogo, novamente, foram demonstrados. Em vários momentos, inclusive, os visitantes chegaram com perigo à meta do goleiro Tiago Cardoso. A equipe do técnico explorava só lançamentos e investidas pelas pontas com os atacantes Flávio Caça-Rato e Cassiano.

Segundo tempo
A exemplo do primeiro tempo, o Santa Cruz também fez um gol no início do segundo. Raul aproveitou uma sobra e, mesmo quase sem ângulo, ampliou para os mandantes: 2 a 0. Os pontos falhos no decorrer da etapa inicial, por outro lado, não foram sequer minimizados. Em mais um apagão da defesa, Rhayner diminuiu a vantagem.

  
 
O Tricolor da Boa Terra seguiu se aproveitando dos recorrentes vacilos do sistema defensivo recifense. O mesmo Rhayner por pouco não empata. Tiago Cardoso salvou. O jogo seguiu em um ritmo tenso até o fim. Mas o desgaste físico dos atletas do Bahia era notório. Atuando quase todo o duelo com um homem a menos, a equipe de Salvador não teve forças suficentes para buscar o empate no Lacercão.  

Santa Cruz

Tiago Cardoso; Oziel, Everton Sena, Renan Fonseca e Tiago Costa; Sandro Manoel, Luciano Sorriso (Memo), Carlos Alberto (Renatinho), Raul; Flávio Caça-Rato (Pingo) e Cassiano. Técnico: Vica. 

Bahia

Marcelo Lomba; Mádson, Titi, Lucas Fonseca e Guilherme Santos (Pará); Fahel, Hélder, Pittoni e Talisca, Rhayner e Rafinha (Hugo). Técnico: Marquinhos Santos.

Estádio: Lacerdão (Caruaru-PE)
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva-SE
Assistentes: Ivaney Alves de Lima e Eric Nunes Costa, ambos de Sergipe
Cartões amarelos: Hélder, Guilherme Santos, Rhayner e Talisca (Bahia); Sandro Manoel, Luciano Sorriso, Carlos Alberto, Cassiano e Flávio Caça-Rato (Santa Cruz)
Cartão vermelho: Fahel (Bahia)
Gols: Luciano Sorriso (Santa Cruz, 33 segundos do 1T), Raul (Santa Cruz, 4 do 2T) e Rhayner (15 do 2T)
Público: 7.390
Renda: R$ 120.070

...
 
 
 
eXTReMe Tracker