Página inicial
 
Mural de recados
20.08 | Jose Helio Pessoa
Bom dia centralinos, surge uma esperança na história do nosso querido Central de ...
19.08 | Gustavo
O Atletico do Acre conseguio o acesso pra serie C com uma folha salarial de 60 m ...
19.08 | Antonio do Salgado
Com certeza ja deram um ninha em Airton Junior, e sobre a outra chapa kd o Alexa ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
18/09/2013
18h45 | esportes - SANTA CRUZ
SANTA CRUZ > Atacante Siloé foi apresentado oficialmente
Clique e Confira.
Já se vão 15 jogos nessa Série C, mas o Santa Cruz continua contratando. O mais novo reforço foi apresentado nesta quarta-feira, no Arruda. O atacante Siloé, de 22 anos, que estava no São Caetano, chega como mais uma opção para Vica e já se coloca à disposição. “Estou pronto para jogar. Estava treinando normalmente todos os dias e também jogando”, garante.

Essa será sua segunda passagem pelo futebol pernambucano. Em 2011 e 2012, o atacante defendeu o Náutico. Segundo ele, a escolha por defender o Santa Cruz foi pelo que viu da clube quando esteve aqui. “O Santa Cruz é grande. Está na Série C, mas merece disputar coisas maiores. Quero fazer melhor aqui do que fiz no Náutico. Estou feliz por voltar a Recife, feliz pela recepção. Agora é trabalhar”, relatou.

Siloé também fez questão de exaltar a torcida tricolor. Mas o jogador sabe que, ao contrário do São Caetano que tem poucos torcedores, a pressão será bem maior agora. “Lá não tinha muita cobrança com isso e futebol sem cobrança, não é futebol. Estou ansioso para jogar a primeira partida no Arruda para ver a torcida”, revela.

Pelo time do ABC Paulista, o jogador atuou em nove jogos, na Série B do Campeonato Brasileiro, mas não marcou nenhum gol. Porém, ele explica que saiu do clube sem problemas. “Não fui dispensado. Pedi pra vir embora. Agradeço ao São Caetano, mas quero ser feliz agora. Recebi propostas de alguns times da Série C, mas escolhi vir para cá pela história do Santa, minha indetificação com Recife e pela torcida tricolor”, afirmou.

Sobre a concorrência que terá por uma vaga no ataque, Siloé mostra tranquilidade e prega uma disputa sadia com que já está há mais tempo. “Vou trabalhar. Se o treinador achar que devo jogar, eu jogo. Senão, vou esperar minha oportunidade e, quando ela aparecer, agarrar a chance. Já chego para treinar igual a todos”, disse.

Quando deixou o Náutico, em 2012, foi especulado uma briga com os dirigentes do clube e o então técnico Alexandre Gallo. Perguntado sobre o assunto, Siloé não quis se alongar. “Saí do Náutico, pois achei que era o momento de sair. Eu tinha feito um bom campeonato, mas acho que não fui valorizado. Não vou falar mal do Náutico, pois foi o clube que me abriu portas”, encerrou.
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker