Página inicial
 
Mural de recados
24.06 |
Soube que a procura de ingressos foi fraca... Que torcida fraca essa do central ...
24.06 | Gustavo
Lembro de quando anunciaram essa parceria com Granada fiz uma pesquisa e vi que ...
24.06 | Kaio SGD
Olha nos desfalque só o que poder atrapalhar é o desfalque de Agenor o resto pod ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
02/08/2013
22h32 | esportes - SÉRIE C
SÉRIE C > Sampaio Corrêa 3x0 Santa Cruz - Tricolor joga mal e é goleado pela Bolívia no Maranhão
Oferecimento: Caruaru Factoring
Sandro Barbosa bem que tentou repetir a fórmula. Depois de golear o fraco Rio Branco na última quarta-feira, o treinador coral decidiu manter o mesmo sistema tático, na esperança de obter a primeira vitória do Santa Cruz fora de casa na história da Série C. Contudo, o esquema com cinco atletas no meio-campo não resultou. Reza o ditado que quantidade não é sinônimo de qualidade. E foi assim no estádio Castelão, em São Luís-MA. Demonstrando muita dificuldade em manter a posse de bola e errando muitos passes, o tricolor pernambucano foi dominado pelo tricolor de aço do início ao fim. O Sampaio Corrêa não tomou conhecimento dos corais e venceu por 3 a 0.

Com sete minutos de atraso, devido à demora de ambos os times para entrarem em campo, a partida se iniciou com o Sampaio Corrêa tentando fazer valer a força que tem dentro de sua casa. O clube maranhense partiu logo para cima do Santa Cruz, procurando abafar o tricolor pernambucano desde os minutos iniciais. Pressionado, o time coral mal conseguia sair de seu campo defensivo. E a pressão dos donos da casa não demorou para surtir efeito. Aos cinco minutos de jogo, Tiago Cardoso tentou interceptar uma bola, mas cometeu pênalti no lance. Com o choque, o goleiro saiu mais prejudicado e teve que ser atendido por três minutos. Tiago Cavalcanti, centroavante do Sampaio Corrêa, não desperdiçou a oportunidade e abriu o placar para festa da fanática torcida do tricolor de aço.

Atrás do placar, a equipe comandada por Sandro Barbosa demonstrava nítida dificuldade de fazer a transição defesa-ataque. Principalmente pela deficiência em seu setor de meio-campo, que não era capaz de fazer a condução da bola na construção do jogo ofensivo, muito por conta das falhas nos passes. Em contrapartida, o Sampaio Corrêa, quando tinha a bola sob sua posse, partia em bloco, levando sempre mais perigo. E foi em uma de suas ações ofensivas, que Pimentinha entrou na área com muita facilidade e foi derrubado por Leandro Souza. Mais uma vez, Tiago Cavalcanti se deu melhor diante de Tiago Cardoso. 2 a 0 para os maranhenses.

O segundo tempo seguiu na mesma toada da etapa inicial, com o tricolor de aço partindo para cima do tricolor coral. No dia em que atingia a marca de 100 partidas vestindo a camisa do Santa Cruz, cabia a Tiago Cardoso a função de salvar seu time de sofrer uma vitória ainda mais pesada, com defesas importantes.

Correndo atrás do prejuízo e precisando afastar o ímpeto do Sampaio Corrêa, Sandro Barbosa esperou até os dez minutos da etapa complementar para mudar a postura tática de sua equipe. Caça-Rato entrou para o lugar de Júnior Xuxa. A entrada do atacante deu maior velocidade ao setor ofensivo do Santa Cruz, fazendo com que os corais melhorassem em campo. A mudança, entretanto, não foi suficiente para gerar uma reação mais eficaz por parte dos pernambucanos, que ainda viram Eloir marcar o terceiro e sacramentar a goleada dos maranhenses

Ficha técnica

Sampaio Corrêa 3
Rodrigo Ramos; Toti, Mimica, Paulo Sérgio e Deca; Robson Simplício (Jonas), Arlindo Maracanã, Eloir e Cleitinho (Douglas); Tiago Cavalcanti (Edgar) e Pimentinha. Técnico: Flávio Araújo.

Santa Cruz 0
Tiago Cardoso; Everton Sena (Luciano Sorriso), Renan Fonseca, Leandro Souza e Renatinho; Ramirez, Dedé, Júnior Xuxa (Caça-Rato), Raul (Leozinho) e Natan; Dênis Marques. Técnico: Sandro Barbosa.

Local: Castelão (São Luís-MA).
Árbitro: Alinor Silva da Paixão (MT).
Assistentes: Francisco Nurisman Machado Gaspar (PI) e Karol Soares Martins (PI).
Gols: Tiago Cavalcanti (2) (SCo) e Eloir (SCo).
Cartões amarelos: Deca (SCo); Leandro Souza (SCr), Caça-Rato (SCr).
 
Do Super Esportes 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker