Página inicial
 
Mural de recados
23.02 | Freddy Renner
Concordo com a opinião de Centralino. O ataque não está rendendo o que se espera ...
23.02 | kaio
Era Bom pro central Kiros Ou Junior Juazeiro ...
23.02 | VICTOR HUGO
O CENTRAL VAI PRA FINAIS DO CAMP. PE, COM CERTEZA , VAMOS CONTRATAR SÓ DPOIS DO ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
13/10/2017
06h53 | esportes - Série A
SÉRIE A - Vitória 1x2 Sport - Leão soube se impor no Barradão e contou com boa atuação coletiva
Foram 74 dias sem vencer na Série A. Nove jogos sem sentir o gosto da vitória. A última delas, no dia 30 de julho, justamente em Salvador, sobre o Bahia. Eis que os ares soteropolitanos voltaram a fazer bem para o Leão nesta quinta-feira. Voltando a apresentar um futebol equilibrado, orquestrado pelo maestro Diego Souza, que voltou a marcar gol, o Leão venceu o Vitória por 2 a 1, no Barradão, e deixou a zona de rebaixamento. O segundo gol rubro-negro foi marcado por Lenis, com assistência de Diego Souza. Trelez descontou aos 38 do segundo tempo.
 
Com o êxito, o Sport chegou aos 33 pontos e ganhou seis posições, indo para a 11ª posição. Com o alívio de ter vencido a primeira no returno e ter deixado para trás a zona desconfortável, o Leão volta a campo agora no próximo domingo, quando receberá o Atlético-MG, na Ilha do Retiro. O Vitória, agora 12º, enfrentará o Santos, na segunda-feira, no Pacaembú.


O jogo

As modificações do técnico Vanderlei Luxemburgo para a partida funcionaram bem. O treinador manteve o esquema tático, mas apostou em mudanças de posicionamento dos atletas. Uma inversão, na verdade, foi determinante para a supremacia rubro-negra na partida. O volante Patrick jogou na ponta esquerda, mais avançado. O meia Wesley, atuou mais recuado, como um segundo volante. Funcionou sobretudo pelo futebol de Patrick.

 

Patrick realizou uma dupla função com louvor: ajudando a marcar a saída de bola, sufocando o Vitória, e sendo peça ofensiva fundamental. Tanto que logo no primeiro minuto de jogo, participou da jogada que por pouco não termina em gol de André. Sem espaço, os baianos só finalizaram a primeira aos 22 minutos, em falta de Filipe Soutto bem defendida por Magrão. No minuto seguinte, Diego Souza, que no minuto anterior voltara a receber cartão amarelo por reclamação, fez boa jogada individual e bateu de canhota para boa defesa de Caíque.


Aos 38, mais uma vez Patrick. O volante recebe bom passe em profundidade e cruzou na medida para André testar para o gol. Caíque fez um milagre. Aos 45, porém, não deu para o goleiro rubro-negro baiano. Falta para o Sport e cobrança com categoria de Diego Souza para abrir o placar. Era o fim do maior jejum já vivido pelo meia, que não marcava há 11 partidas, desde 20 de julho. Com o gol, inclusive, o ídolo leonino se tornou o maior artilheiro do Leão na história da Série A, com 34 gols no total - passando o também ídolo Leonardo.

Segundo tempo

No segundo tempo, o Sport manteve a boa postura em campo, sobretudo na marcação, sem dar espaço ao Vitória. Com o placar favorável, o Leão se deu ao luxo de esperar o adversário no seu campo. Deu campo e ganhou campo para o contra-ataque. 

Sem sofrer sustos, administrou o placar confortavelmente, até os 20 minutos sacramentar a vitória fora de casa. Contra-ataque, bola de André com perfeição para Diego Souza. O meia avançou em velocidade e, no tempo certo, tocou na saída do goleiro deixando Lenis, que acabara de entrar, livre para empurrar para as redes: 2 a 0. O jogo caminhava com tranquilidade para o Sport até que aos 38, em Tréllez pegou um rebote da defesa rubro-negra e bateu de primeira para primeira para fazer um belo gol. A partir daí, pressão baiana. Mas o Leão se segurou bem e saiu com a vitória.


Ficha do jogo

Vitória 1

Caíque; Caíque Sá, Ramon, Wallace e Juninho; Fillipe Soutto (Patric), Uillian Correia, Yago e David (André Lima); Neilton e Tréllez. Técnico: Vágner Mancini.


Sport 2

Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Henríquez e Patrick; Anselmo, Wesley (Rodrigo), Osvaldo (Lenis), Mena e Diego Souza; André (Juninho). Técnico: Vanderlei Luxemburgo. 


Estádio: Barradão, em Salvador. 

Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP). 

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP). 

Gols: Diego Souza (45’ do 1ºT), Lenis (20’ do 2ºT) (S); Tréllez (38' do 2ºT) (V).

Cartões amarelos: Uillian Correia e André Lima (V); Diego Souza, André e Mena (S). 

Cartão vermelho: André Lima (V). 

Do Super Esportes
 
 
 
eXTReMe Tracker