Página inicial
 
Mural de recados
21.08 | Israelito Almeida
Maravilhosa Graça! De longe fica difícil avaliar, somente com as informações ...
21.08 | MARCOS LEITE
FALAR EM TABELA DA SEGUNDONA VICTOR HUGO, PELA LEI TEM Q DIVULGAR 60 DIAS ANTES ...
21.08 | júnior
já pensou se não tivesse vaidade,e todos se unir-se como seria maravilhoso para ...
 
[Enviar] [Listar]
Esportes
Vídeos
CENTRAL de CARUARU
Clube Atlético do Porto
Sport Club do Recife
Santa Cruz Futebol Clube
Clube Náutico Capibaribe
Salgueiro Atlético Clube
Futebol Pernambucano
Futebol Nacional
Futebol Internacional
Opinião
Giros
Enquete
Não existe enquete no momento!
 
Publicidade
 
 
05/08/2017
17h04 | esportes - SÉRIE A
SÉRIE A - Corinthians 3x1 Sport - O Leão foi superado com facilidade pelo Timão
O Sport esteve longe, muito longe de ser a equipe que tiraria a invencibilidade do Corinthians na Série A. Engolido pelo líder absoluto do Brasileirão desde os primeiros minutos de jogo, o Leão foi superado com facilidade pelo Timão, por 3 a 1, na noite deste sábado, na Arena Corinthians. Os gols paulistanos foram marcados por Guilherme Arana, Rodriguinho e Pedro Henrique. Tallyson descontou.

A derrota fechou a participação das duas equipes no primeiro turno do Campeonato Brasileiro. O Corinthians chegou aos 47 pontos. Os rubro-negros, com 28, dependem de um tropeço do Cruzeiro diante do Botafogo para terminar a fatia da competição inserido no G6. O Leão terá pela frente agora a primeira semana livre de jogo do ano. Só volta a campo no domingo (13), contra a Ponte Preta, na Ilha do Retiro.

O jogo

O Sport sentiu desde os primeiros minutos a força daquela que é a melhor defesa da Série A. Mais do que isso, daquele que é o time mais bem treinado da competição. O Corinthians não lidera o Brasileiro de ponta a ponta em vão. Com o sistema defensivo impecável, repetiu com o Leão o veneno que vem oferecendo aos demais adversários ao longo de todo o primeiro turno: cedendo campo para os rubro-negros, com tiveram maior posse de bola (58%) e contra-atacando de maneira veloz, objetiva e quase sempre fatal.

Logo aos 5 minutos, o primeiro lance tradicionalmente corintiano. Cássio lançou longo, Romero rolou para Rodriguinho e Magrão salvou a primeira. Três minutos depois não deu para o goleiro. Fagner deixou Osvaldo e Sander para trás, cruzou, Maycon furou e Guilherme Arana chegou batendo cruzado, preciso para o gol. A única chance de gol do Sport veio no lance seguinte. Após escanteio, Durval ganhou de Arana e Cássio salvou.

No mais, o Leão rodou com a bola em busca de espaço. Em vão. Impecável na marcação (e detalhe: sem qualquer falta nos 46 minutos iniciais), o Timão não oferecia espaço. Bem marcados, Everton Felipe e Osvaldo pouco produziram pelas pontas. Diego Souza até tentava recuar para buscar jogo, mas muito lento, o time não progredia. Aos 40, por muito pouco Clayson não amplia, sendo travado na hora do arremate por Durval. Era preciso mudar a estratégia para o segundo tempo.

Segundo tempo

Mas nem deu tempo. Luxemburgo optou por não mexer no intervalo. E viu o time sofrer o segundo gol com 19 segundos. Roubada de Corinthians, Rodriguinho recebe em velocidade, avança e, sem marcação, acerta um belo chute no ângulo: 2 a 0. Sem conseguir sair da marcação, aos 14 minutos o Leão fez duas alterações de uma vez: saíram Everton Felipe e Osvaldo para as entradas de Juninho e Anselmo. Não fez efeito.

Aos 20, Pedro Henrique subiu sozinho e testou de baixo para cima. Magrão ainda tocou na bola, mas não evitou o terceiro gol corintiano. As melhores chance rubro-negras vieram com André. E ele foi mal demais nas duas. Aos 25, driblou Pedro Henrique e chutou fraco, em cima de Cássio. Na segunda, aos 33, ficou cara a cara com o goleiro e finalizou rasteiro, para mais uma defesa. O gol de honra veio aos 37. Um golaço, diga-se. Tallyson arriscou de longe e acertou o ângulo. Aos 44, ainda deu tempo de André perder mais um. Estava sacramentada a derrota.

Ficha do jogo

Corinthians 3
Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon (Camacho), Clayson (Pedrinho), Rodriguinho e Romero; Jô. Técnico: Fábio Carille 

Sport 1
Magrão; Samuel Xavier, Henríquez, Durval e Sander; Rithely, Patrick (Tallyson), Diego Souza, Everton Felipe (Juninho) e Osvaldo (Anselmo); André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: Arena Corinthians, em São Paulo. Árbitro: Wagner Reway (FIFA-MT). Assistentes: Fábio Rodrigo Rubinho e Marcelo Grondo (ambos do MT). Gols: Guilherme Arana (8’ do 1ºT), Rodriguinho (18’’ do 2ºT), Pedro Henrique (20’ do 2ºT) (C); Tallyson (37’ do 2ºT) (S). Cartões amarelos: Romero (C); Henríquez, Samuel Xavier (S) Público: 41.279. Renda: R$ 2.446.519,40
 
DO SUPER ESPORTES PE 

.
 
 
 
eXTReMe Tracker